Fernando Pimentel empossa nova diretoria da Associação dos Municípios da Região Metropolitana de Belo Horizonte

Governador ressaltou o apoio do governo às cidades por meio da Granbel; entidade será comandada pelo prefeito de Nova Lima, Vítor Penido

 Fonte: Supim | Fotos: Manoel Marques

O governador de Minas Gerais, Fernando Pimentel, empossou nesta quarta-feira (15/03), em evento no Palácio da Liberdade, em Belo Horizonte, a 34ª Diretoria Executiva da Associação dos Municípios da Região Metropolitana de Belo Horizonte (Granbel). O prefeito de Nova Lima, Vitor Penido de Barros, sucede Carlos Murta, ex-prefeito de Vespasiano e atual secretário de Estado de Cidades e de Integração Regional (Secir).

Em seu discurso, Pimentel destacou o fato de a Região Metropolitana de Belo Horizonte ser a terceira maior do país, com 34 municípios que retratam bem o perfil do estado. “São municípios muito prósperos, muito pujantes, e outros mais pobres. O menor Índice de Desenvolvimento Humano (IDH) do estado está aqui na Região Metropolitana de Belo Horizonte. Temos um microcosmo extremamente representativo do que é Minas Gerais. Daí o motivo de a gente tratar a região metropolitana com muito carinho e com muito respeito, não só pela população que vive nela, mas por tudo que ela representa para o nosso estado”, afirmou.

O governador reafirmou o apoio à Granbel e ao novo presidente, Vítor Penido. “Como não faltou ao Carlos Murta, não faltará ao Vitor e a todos os prefeitos e prefeitas da região metropolitana o nosso apoio incondicional àquilo que for necessário para melhorar a vida de cada um dos mineiros e mineiras que vivem nos nossos municípios”, completou.

Fernando Pimentel lembrou que, apesar da crise financeira, política e institucional que atinge o país, Minas Gerais segue trabalhando. “Nós vamos superar a crise. Minas Gerais está dando o exemplo, vencendo com trabalho, vencendo com harmonia e serenidade. As escolas estão funcionando, os postos de saúde estão abertos, a polícia está cumprindo seu papel, as obras, ainda que lentamente, estão sendo executadas e os municípios estão sendo tratados com o respeito, com o carinho que eles merecem por qualquer governante que queira fazer bem no seu estado”, finalizou.

Novo presidente da entidade, Vítor Penido agradeceu o apoio dos colegas prefeitos para a escolha de seu nome. “É uma associação da qual muito me orgulho. Aceitei, pois acredito que posso contribuir com a minha experiência. Temos um plano de trabalho e queremos nos aproximar dos prefeitos que podem nos ajudar a conquistar ações, como as obras no Anel Rodoviário, na BR-381 e a ampliação do metrô da capital. Queremos ouvir cada um dos nossos prefeitos”, frisou.

Agora ex-presidente da Granbel, o secretário Carlos Murta afirma que a RMBH passa por um momento histórico. “Tenho a certeza de que a Granbel irá caminhar em busca de melhorias na qualidade de vida da região metropolitana. Agradeço a participação do governo e do governador. Assumimos a 33ª diretoria há dois anos com o país em crise financeira, mas também em crise hídrica. Mas o governador disse que não aceitaria que faltasse água, determinou que as providências fossem tomadas. E realmente não faltou”, exemplificou o ex-presidente da Granbel, ao falar da parceria entre a entidade e a administração estadual.

Também participaram do evento os secretários de Estado de Governo, Odair Cunha, e de Transporte e Obras Públicas, Murilo Valadares, a diretora-geral da Agência RMBH, Flávia Mourão, o secretário executivo do Território Metropolitano, Ronaldo Manassés, além de prefeitos, ex-prefeitos, vereadores, promotores e conselheiros do Tribunal de Contas do Estado.

História

A Associação dos Municípios da Região Metropolitana de Belo Horizonte foi fundada em 6 fevereiro de 1975, em Betim. O objetivo era ser uma espécie de fórum de debates e de decisões políticas capaz de manter a unidade da Região Metropolitana de Belo Horizonte e de representar seus interesses comuns.

A criação da Granbel ocorreu logo após a aprovação de Lei Estadual de 2004, que regulamentou a RMBH, dando cumprimento à legislação federal que agrupou as cidades próximas das capitais brasileiras em função de seus problemas e interesses comuns.

A entidade é composta por 34 municípios: Baldim, Belo Horizonte, Betim, Brumadinho, Caeté, Capim Branco, Confins, Contagem, Esmeraldas, Florestal, Ibirité, Igarapé, Itaguara, Itatiaiuçu, Jaboticatubas, Juatuba, Lagoa Santa, Mário Campos, Mateus Leme, Matozinhos, Nova Lima, Nova União, Pedro Leopoldo, Raposos, Ribeirão das Neves, Rio Acima, Rio Manso, Sabará, Santa Luzia, São Joaquim de Bicas, São José da Lapa, Sarzedo, Taquaraçu de Minas e Vespasiano.

 

Nova diretoria:

Presidente – Vitor Penido, prefeito de Nova Lima

Vice-presidente – Antonio Divino de Souza, prefeito de Matozinhos

Diretor Tesoureiro – Alex José de Freitas, prefeito de Contagem

Diretor Administrativo – Márcio Belém, prefeito de Esmeraldas

Diretora Secretária – Roseli Ferreira Pimentel, prefeita de Santa Luzia

Notícias Recentes