Resíduos de Construção Civil e Volumosos (RCCV)

icon-diagnostico Diagnóstico

Os RCCV são divididos em quatro classes A, B, C e D da seguinte forma:

  • Classe A: Concreto, alvenaria, argamassas e solos
  • Classe B: Madeira, papel, papelão, plástico, metais, vidros e gesso
  • Classe C: Lã de vidro, laminado melamínico (fórmica)
  • Classe D: Tintas, baterias, amianto e outros

Para saber mais, acesse a tabela abaixo:

Classe A

Os resíduos reutilizáveis ou recicláveis como agregados, tais como: de construção, demolição, reformas e reparos de pavimentação e de outras obras de infraestrutura, inclusive solos provenientes de terraplanagem; de construção, demolição, reformas e reparos de edificações: componentes cerâmicos (tijolos, blocos, telhas, placas de revestimento etc.), argamassa e concreto; e de processo de fabricação e/ou demolição de peças pré-moldadas em concreto (blocos, tubos, meios-fios etc.) produzidas nos canteiros de obras.

Classe B

Os resíduos recicláveis para outras destinações, tais como: plásticos, papel, papelão, metais, vidros, madeiras, embalagens vazias de tintas imobiliárias e gesso.

Classe C

Os resíduos para os quais não foram desenvolvidas tecnologias ou aplicações economicamente viáveis que permitam a sua reciclagem ou recuperação.

Classe D

Os resíduos perigosos oriundos do processo de construção, tais como tintas, solventes, óleos e outros ou aqueles contaminados ou prejudiciais à saúde oriundos de demolições, reformas e reparos de clínicas radiológicas, instalações industriais e outros, bem como telhas e demais objetos e materiais que contenham amianto ou outros produtos nocivos à saúde.

Fonte: Resolução CONAMA 307/2002, alterada pelas 348/2004, 431/2011, 448/2012 e 469/2015

Geradores

As principais fontes geradoras de RCCV são as atividades de construção, reforma, reparo ou demolição de obras de construção civil, bem como as atividades de preparação e da escavação de terrenos para fins de construção civil.

Geração de RCC

A tabela abaixo apresenta a geração de Resíduos de Construção Civil nos 50 municípios da Região Metropolitana de Belo Horizonte (RMBH) e Colar Metropolitano (CM). Importante ressaltar que estes dados são referenciais, resultado de uma análise de um amplo banco de dados e respostas de questionários enviados aos municípios.

tabela1

Estima-se, que em 2040, sejam gerados cerca de 5.5 milhões de toneladas de RCCV por ano nos 50 municípios da RMBH e CM de Belo Horizonte.