Moradores de Florestal participam da primeira audiência pública para revisão do plano diretor

Cerca de 40 pessoas participaram da Audiência Pública de Lançamento da Revisão do Plano Diretor de Florestal, realizada no dia 11 de junho de 2019, na Câmara de Vereadores do município.

Na abertura do evento o prefeito, Otoni Alves de Oliveira Melo, agradeceu o assessoramento na revisão do Plano Diretor do município, enquanto o diretor-geral da Agência de Desenvolvimento da RMBH, Gustavo Medeiros, falou sobre a importância da revisão do plano para melhorar a utilização do espaço público e promover o alinhamento com o Plano Diretor de Desenvolvimento Integrado (PDDI-RMBH) e o Macrozoneamento Metropolitano.

A audiência pública foi conduzida pelo vice-prefeito, Paulo Roberto Martins Passos, que destacou a expectativa de que o novo zoneamento possa atrair empresas e aumentar a oferta de emprego no município, além de promover o cuidado com o meio ambiente.

Mônica Bedê, do Instituto Ruaviva, responsável por assessorar a revisão de planos diretores de sete municípios metropolitanos juntamente com a Agência RMBH, fez uma apresentação sobre as diretrizes do processo da revisão e a necessidade de se formar um grupo de trabalho (GT) constituído de representantes da Sociedade Civil e dos Poderes Executivo e Legislativo municipais para acompanhar os trabalhos.

Ao final, foram escolhidos seis titulares e seis suplentes da Sociedade Civil que farão parte do grupo de trabalho. Os próximos passos, depois da escolha dos dois representantes do Legislativo municipal e dos dois representantes do Executivo municipal, serão a capacitação do grupo de trabalho pelo Instituto Ruaviva e o estabelecimento de diretrizes dos trabalhos e de encontros.

Além de moradores de Florestal, também participaram da reunião, a gerente de Articulação e Intersetorialidade, Amanda de Campos Nascimento, e a técnica Ananda Camargo, ambas da Agência RMBH; e Marina Paolinelli e Valéria Gualberto, do Instituto Ruaviva.