HUB Pequenas Indústrias: Agência RMBH participa de lançamento do programa que fomentará negócios em Minas Gerais

Foto: Sebastião Jacinto Júnior

As micro, pequenas e médias indústrias acabam de ganhar um HUB – que integra entidades do ramo industrial, órgãos de governo, sindicatos patronais das indústrias, agências reguladoras, universidades – cujo objetivo é atender às suas demandas e fermentar ações para o seu desenvolvimento. O lançamento desse HUB ocorreu nessa quinta-feira (2/12), durante o Primeiro Seminário da Micro, Pequena e Média Indústria da FIEMG.

Na abertura do evento, o presidente da FIEMG, Flávio Roscoe, frisou que a Federação vem trabalhando para fazer com que o ambiente de negócios fique cada dia melhor. “Isso tem sido alcançado, mas não na velocidade que a gente gostaria”, ponderou ainda, lembrando que o setor produtivo enfrenta uma série de riscos que o impedem de aumentar sua atividade.

O subsecretário de Desenvolvimento Regional da Secretaria de Estado de Desenvolvimento Econômico (Sede), Douglas Augusto Oliveira Cabido elogiou o engajamento da FIEMG no apoio às micro e pequenas empresas do estado. Segundo ele, o lema do governador Romeu Zema é ser amigo de quem produz. “Inovar hoje é a receita para você continuar forte e competitivo no mercado. Cabe a quem regulamenta o setor econômico como um todo pensar se as empresas quebram por influência do estado”, ponderou.

Pequeno inova

A FIEMG ajudou a Assembleia Legislativa de Minas na elaboração de um caderno com 117 sugestões para que o estado tenha um ambiente de negócios mais amigável, e, de acordo com o deputado Guilherme da Cunha (Novo), o documento foi entregue ao governador, que adotou 67 dessas proposições. “Quem inova hoje não é quem está dominando o mercado. É o pequeno, que, depois, cresce, mas só vai conseguir isso no ambiente próprio”, argumentou o parlamentar.

Foto: Sebastião Jacinto Júnior

A diretora-geral da Agência de Desenvolvimento da Região Metropolitana de Belo Horizonte (Agência RMBH), Mila Corrêa da Costa, informou que o projeto RMBH Desenvolve trabalha em diretrizes para a prosperidade da região metropolitana. Patronizar as legislações municipais, detalhou, é um dos objetivos “para que nossa região metropolitana seja a melhor do país para se investir”. “O que a gente mais assiste é que, às vezes, o empreendedor escolhe o município para investir de acordo com a legislação municipal. Essa conquista pode estimular o desenvolvimento complementar nos municípios da RMBH”, acredita ela.

Fonte: ASCOM Fiemg

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *