Governo de Minas Gerais capacita cerca de 200 presos pelo Pronatec na RMBH

As aulas vão acontecer nos turnos da manhã e da tarde, com quatro horas de duração, quatro vezes por semana

 

Governo de Minas Gerais iniciou nesta terça-feira (21/2) os cursos de Assistente Administrativo e Programador de Web para 198 detentos de unidades prisionais da Região Metropolitana de Belo Horizonte.

As capacitações são do Programa Nacional de Acesso ao Ensino Técnico e Emprego (Pronatec) em parceria com a Secretaria de Estado de Administração Prisional (Seap) e a Secretaria de Desenvolvimento Econômico, Ciência Tecnologia e Ensino Superior (Sedectes).

Os cursos serão realizados nas escolas do Complexo Penitenciário Nelson Hungria (Contagem), do Presídio Feminino José Abranches e do Presídio Antônio Dutra Ladeira (ambos em Ribeirão das Neves), do Complexo Penitenciário Feminino Estevão Pinto (BH) e nas três unidades do Complexo Penitenciário Público Privado (Ribeirão das Neves).

As aulas vão acontecer nos turnos da manhã e da tarde, com quatro horas de duração, quatro vezes por semana e durante três meses. Os professores foram escolhidos pela Sedectes em um processo seletivo realizado no ano passado.

A subsecretária de Humanização do Atendimento, Emília Castilho, esteve presente na primeira aula do curso no Presídio Feminino José Abranches, em Ribeirão das Neves, acompanhada da equipe de Superintendência de Ensino e Profissionalização da Seap.

A Sedectes também compareceu representada pelo subsecretario de Ensino Superior, Márcio Rosa Portes, e equipe. A visita foi para dar boas-vindas às alunas, além de pontuar a importância dos esforços das mulheres privadas de liberdade nesse processo de capacitação.

Para Emília Castilho, o dia é de muitas alegrias por poder levar essa atividade para uma unidade prisional. “Essa parceria atesta o compromisso do Estado de humanizar o sistema prisional e de oferecer boas possibilidades de ressocialização. É um projeto realizado para os presos com todo o carinho e amor. Esperamos que eles saiam melhores do que entraram. Não tem como passar por essa experiência e não se enxergar de uma forma diferente”.

O subsecretario de Ensino Superior, Márcio Rosa Portes, também discursou para as presas e destacou os esforços do Governo para concretizar ações como essa.

“É uma conjugação de esforços e de pessoas querendo fazer. É um curso de qualificação profissional, para que eles aprendam a trabalhar com algo que – quando voltarem à sociedade – possam se inserir com mais facilidade no mercado, seja em empresas seja como autônomos. Eles vão poder dizer que aprenderam e que têm uma profissão”, disse Portes.

Débora Ruth, de 21 anos, é uma das alunas do curso. A felicidade dela deixa clara a importância que a capacitação vai trazer. “Estou muito entusiasmada e espero sair com o certificado na mão. É uma oportunidade que eles estão oferecendo pra gente e que está sendo uma porta escancarada. Gostaríamos de agradecer a todos por esta oportunidade de um novo começo”.

A Comissão Técnica de Classificação (CTC) de cada unidade foi a responsável por selecionar os presos aptos a participarem da capacitação. A equipe é formada por psicólogos, assistentes sociais, pedagogos e agentes de segurança. Eles analisam as fichas dos detentos e definem em qual atividade se adequam.

Cursos

Para o curso de Assistente Administrativo, o candidato precisa ter ensino fundamental completo. Os presos vão aprender a executar processos administrativos, atividades de apoio em recursos humanos, finanças, produção, logística e vendas. Além disso, vão atender fornecedores e clientes e também fornecer e receber informações sobre produtos e serviços.

Já para participar do curso de Programador Web, os presos necessitam do ensino fundamental completo e de conhecimento em informática. Eles vão ter oportunidade de desenvolver e manter projetos para a web; utilizar linguagens de programação, banco de dados e recursos para a segurança da informação. E também irão trabalhar com recursos de imagens, vídeos, animações, linguagens de marcação e folha de estilo para desenvolvimento web.

Crédito (foto): Divulgação/Seap

Notícias Recentes