Estado firma acordo com colombianos para cooperação em políticas urbanas e sustentáveis

Parceria foi acertada na Habitat III, a Terceira Conferência das Nações Unidas sobre Moradia e Desenvolvimento Urbano Sustentável, em Quito, no Equador

O Governo de Minas Gerais acaba de firmar uma parceria com a Área Metropolitana da Colômbia do Vale do Alburrá. O acordo foi fechado durante a Terceira Conferência das Nações Unidas para a Habitação e Desenvolvimento Urbano Sustentável (Habitat III), que está em curso em Quito, no Equador.

Com esta ação, a ideia é tratar de instrumentos de governança metropolitana e de gestão ambiental. A área colombiana em questão reúne 11 municípios do departamento de Antioquia. Com quase 4 milhões de habitantes, tem como núcleo e capital a cidade de Medellín e possui cerca de 3,8 milhões de habitantes.

Na Habitat III, o Estado, por meio das representantes Agência de Desenvolvimento da Região Metropolitana de Belo Horizonte (Agência RMBH) e da Secretaria de Estado de Meio Ambiente e Desenvolvimento Sustentável (Semad), também iniciou os entendimentos com a área metropolitana de Medellín, na Colômbia, para cooperação em políticas públicas urbanas e sustentáveis para ambas as regiões metropolitanas.

O acerto, firmado na quarta-feira (19/10), foi intermediado pelo International Council for Local Environmental Initiatives (Conselho Internacional para Iniciativas Ambientais Locais, em tradução livre, ICLEI), que tem como secretário executivo na América do Sul Rodrigo Perpétuo. Na ocasião, o secretário-adjunto da Semad, Germano Vieira, e a diretora-geral da Agência RMBH, Flávia Mourão, também receberam os 11 prefeitos da área metropolitana de Medellín para um primeiro contato.

Nova agenda urbana mundial

O acordo e o Habitat III têm o apoio do ICLEI, que tem o objetivo de envolver diversos países nas discussões para construção da Nova Agenda Urbana Mundial. A programação do Habitat III, no Equador, teve início no domingo (16/10), com o X Fórum Iberoamericano de Governos Locais. O evento foi marcado por discussões sobre a importância do papel dos governos locais na promoção da melhoria das condições de vida dos cidadãos, o direito à cidade e iniciativas para a paz e a inclusão.

Na terça-feira (18/10), o secretário-adjunto da Semad, Germano Vieira, esteve presente na sede da Unasul, em debate com diversos prefeitos e autoridades locais e regionais. O evento contou, ainda, com a presença do secretário-geral da Unasul, Ernesto Samper, para as discussões sob o tema ‘Cidades para a cidadania: o que são e como financia-las?’.

“A participação de governos locais em questões relacionadas a sustentabilidade, mudanças climáticas e gestão responsável de recursos é fundamental para nortear um desenvolvimento urbano alinhado com o século XXI”, apontou o Germano Vieira.

“É muito importante que Minas participe deste tipo de encontro, mostrando suas soluções e estudos nas mais diversas áreas. O desenvolvimento sustentável é chave para o mundo contemporâneo e aqui temos a possibilidade de dividir a nossa expertise com diversos atores a nível global. Além disso é possível enriquecer o conteúdo com soluções apresentadas por diversos governos locais em diversas partes do mundo, enriquecendo, e muito o debate”.

Germano Vieira, secretário adjunto da Semad

A Terceira Conferência das Nações Unidas sobre Moradia e Desenvolvimento Urbano Sustentável – Habitat III – será concluída nesta quinta-feira (20/10). Outras informações sobre o evento podem ser encontradas na página do Secretariado para América do Sul do ICLEI.

A comitiva mineira é composta pelo secretário-adjunto da Semad, pela diretora-geral da Agência de Desenvolvimento da Região Metropolitana de Belo Horizonte (Agência RMBH), Flavia Mourão, e pelo assessor de Relações Internacionais do Governo, Hugo Salomão.

Notícias Recentes