Encontro com prefeituras debate questões relacionadas ao transporte na RMBH

Através dos desdobramentos e resultados do Programa Agência no Seu Município, conduzido pela Agência RMBH, a autarquia promoveu, em conjunto com a Secretária de Estado de Infraestrutura e Mobilidade (Seinfra), um encontro com 11 prefeitos e oito representantes de prefeituras da Grande BH para tratar das ações do transporte e programa RMBH Fiscaliza. A reunião ocorreu na tarde dessa quarta-feira (5/5), no auditório do Departamento de Edificações e Estradas de Rodagem de Minas Gerais (DER-MG).

Durante o encontro, o secretário de Infraestrutura e Mobilidade, Fernando Marcato, anunciou que na próxima semana serão iniciados os treinamentos envolvendo os agentes do DER-MG e das prefeituras que aderiram ao RMBH Fiscaliza. A intenção é unificar os protocolos de fiscalização, tais como a forma de abordagem dos coletivos, a realização das vistorias e a aplicação os autos de infração.

“O objetivo de estarmos aqui é criar um espaço de escuta e, também, de ações resolutivas em parceria com os municípios, de todos os pontos pertinentes a infraestrutura e a mobilidade dos cidadãos da RMBH”, ressaltou Marcato.

A diretora-geral da Agência RMBH, Mila Corrêa da Costa, destacou que “somente a atuação concentrada entre Governo de Minas e municípios metropolitanos conseguiremos avançar na política do transporte coletivo. Buscar convergência é o papel da Agência RMBH”.

A prefeita de Vespasiano, Ilce Rocha, que preside a Associação dos Municípios da Região Metropolitana de BH (Granbel), destacou que a iniciativa do encontro abre a oportunidade de dialogar de modo mais próximo com o Estado. “Na condição de porta-voz dos prefeitos da RMBH, acredito ser o momento de mostrar a realidade e as carências dos municípios que estão sofrendo com a redução dos quadros de horários dos ônibus e, juntos, realizarmos adequações visando um futuro melhor após a pandemia”, concluiu.

Nesta semana serão iniciados os treinamentos envolvendo os agentes do DER-MG e das prefeituras que aderiram ao RMBH Fiscaliza. A intenção é unificar os protocolos de fiscalização, tais como a forma de abordagem dos coletivos, a realização das vistorias e a aplicação os autos de infração.

1 comentário em “Encontro com prefeituras debate questões relacionadas ao transporte na RMBH

  1. Rogério Santos Responder

    Boa tarde!

    As fiscalizações terão um papel importantíssimo para a melhoria do transporte público. Mas gostaria de acrescentar que algumas providências poderiam ser tomadas para a qualidade de vida dos usuários do transporte público na RMBH, por exemplo A infraestrutura do PEDs, pontos de embarque e desembarque, precisam de reparos ou substituição.
    Em alguns locais estão quebrados ( exemplo: Rodovia MG 030 em frente ao Serena Mall) e outros não comportam a quantidade de usuários (exemplo: próximo ao BH Shopping) durante o horário de pico o local fica lotado, sem espaço para o usuários. Penso que a manutenção dos PEDs deveria ser responsabilidade das empresas de ônibus que circulam no local e arrecadam milhões, sendo assim, acredito que poderiam assumir essa responsabilidade e oferecer o mínimo de segurança e conforto para os seus “clientes”.

    A obrigação de disponibilidade de micro-ônibus ou um transporte alternativo, para alguns bairros das cidades da RMBH deveria ser “obrigação”. Por exemplo, no Vale do Sereno os funcionários ( babas, porteiros, domésticas, etc..) são obrigadas a andar vários km para chegar no ponto de ônibus localizado na MG 030. A linha que atende o bairro 3839 tem horários reduzidos o que dificulta a vida dos usuários. Penso que deveriam estudar essas situações para buscar uma solução em conjunto com as empresas de ônibus.

    Acredito que possam avaliar a possibilidade de instalação de um estação/ terminal de ônibus, próximo aos bairros Vila da Serra e Vale do Sereno, para atender a demanda crescente dos usuários dessa e região e do vetor Sul que está em plena expansão. A integração dos ônibus dos municípios da RMBH tem que ocorrer para melhorar a vida dos usuários do transporte público, principalmente diminuir o valor do custo da passagem.

    Rogério Santos
    Nova Lima/MG

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *