Capacitação dos Editais “Minas de Culturas Populares” acontecerá na Cidade Administrativa visando ampliar a difusão do FEC para os municípios e artistas da Região Metropolitana

No dia 16 de dezembro, às 15h30, será realizada uma capacitação no pacote de editais “Minas de Culturas Populares”, no auditório JK, na Cidade Administrativa. Com inscrições abertas, os três editais somam um investimento, por meio do Fundo Estadual de Cultura (FEC), de R$ 2,5 milhões em projetos culturais de pessoas físicas e de prefeituras municipais ou entidades conciliadas.

O objetivo da ação, em consonância com a Comissão de Cultura da Assembleia Legislativa de Minas Gerais (ALMG), é ampliar o acesso aos editais para os municípios, artistas e fazedores de cultura da Região Metropolitana de Belo Horizonte (RMBH).

Descentralização 

O diferencial destes editais é o critério de distribuição dos recursos: cidades que tradicionalmente recebem menos investimentos públicos na área cultural têm mais chances de ser contempladas, por meio de mecanismos que pontuam cidades do interior e/ou com menor Índice de Desenvolvimento Humano Municipal (IDHM).

Outra novidade, é a possibilidade de se premiar pessoas físicas, com repasse direto dos recursos de maneira simplificada e desburocratizada.

O diretor de Articulação e Integração Cultural, Alysson Amaral, avalia que: “Os Editais Minas de Culturas Populares contemplam os principais avanços oriundos do Fundo Estadual de Cultura, ao propor ferramentas eficazes para a descentralização dos recursos e investimentos via Lei, visando uma transformação no mapa cultural mineiro. Nesse caso, municípios do interior e/ou com índices mais baixos de IDHM pontuam mais, tendo boas chances de aprovação. É um mecanismo inovador que, para além de criar critérios compensatórios que descentralizam os recursos, também desburocratiza o acesso, ao introduzir a categoria prêmio para pessoa física, pela primeira vez habilitado via Fundo. O FEC de 2019 contará com R$ 17 milhões, distribuídos em 17 editais, nas mais diversas linguagens e áreas da cultura, atentando para a diversidade e pluralidade simbólica e cultural de todo o estado de Minas Gerais. É sem dúvida o principal instrumento para democratização e desenvolvimento da cadeia produtiva da cultura no estado e, por meio desses editais, têm na força e pujança da cultura popular e tradicional a expressão máxima para a realização desses objetivos”.

Editais “Minas de Culturas Populares”

Serão investidos R$ 2,5 milhões do FEC distribuídos em três editais:

1) Culturas Populares

O edital vai contemplar iniciativas de artistas, mestres e demais profissionais (pessoas físicas) vinculados à cultura popular e tradicional visando promover, valorizar e fortalecer as expressões dos diversos grupos e manifestações da cultura popular, tradicional, urbana, afro-brasileira, indígena e outras.

Público-alvo: Artistas, mestres, artesãos, produtores, pesquisadores e pessoas físicas vinculadas à cultura popular e/ou tradicional

Total a ser investido: R$ 500 mil

Modalidade: premiação

 

2) Nossa Cultura (pessoas jurídicas)

Destina-se aos órgãos ou entidades de direito público municipal, visando estimular a realização de projetos culturais nas diversas linguagens e temáticas, tais como mostras, festivais, exibições, circuitos de arte, festas populares e outros. Pela modalidade de repasse aos municípios privilegia a descentralização dos investimentos do FEC via análise do IDHM.

Público-alvo: órgãos ou entidades de direito público municipal de natureza cultural

Total a ser investido: R$ 1 milhão

Modalidade: convênio / repasse a municípios

 

3) Nossa Cultura (pessoas físicas)

Premiará artistas, produtores e demais profissionais vinculados à cultura para realização de ações e atividades culturais, tais como concursos, mostras, feiras, festivais, festas populares e outras, com objetivo de promover a difusão e o acesso aos bens culturais de Minas Gerais, com foco na descentralização dos investimentos do FEC via análise do IDHM.

 

Público-alvo: artistas, produtores e demais profissionais vinculados ao universo da cultura e arte.

Total a ser investido: R$ 1 milhão

Modalidade: premiação

Link dos editais: http://www.cultura.mg.gov.br/gestor-cultural/fomento/fundo-estadual-de-cultura

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *